Tag Archives: tempo

Folha em branco

7 Fev

Há tanto em mim, que nem sei por onde começar

E é assim que uma folha, ou neste caso um monitor, em branco, me intimida, por querer preenchê-lo não sei bem com quê. Como se traduzem sensações?

Respiro fundo. Deixo a música e o ronronar da gata que tenho ao colo sobreporem-se ao ruído de fundo na minha mente.

É sobretudo esperança. Sim, sobretudo esperança o que sinto. Esperança no que aí vem, esperança em mim, em nós. Esperança que finalmente, depois destes anos conturbados, problemáticos, e até difíceis… – esperança, não é demais dizê-lo – que tudo está lentamente a entrar nos eixos. Que, sem esperar, reencontrei o meu caminho. E da mesma forma que, quando o meu mundo começou a ruir foi, um por um, em todos os campos, desta vez está também a compôr-se em todos eles. E, em todos, de uma forma inesperada.

A nível profissional, um novo desafio que me está a dar imenso prazer tomar nas mãos, um projecto que pode vir a crescer bem e tornar um sonho realidade. E sabe bem. Mesmo com as condicionantes de tempo associadas. Mesmo a sobrar-me pouco tempo para mim e para o que gosto de fazer, o que preciso de fazer.

No entanto, é também um impulso extra para poder dar forma a outro projecto, que não me atrevia a ponderar por não saber o que me esperava… Se ficava por cá ou não, se queria ou não explorar o mundo além fronteiras. Sem raízes que me prendessem cá. Mas agora, já me sinto mais segura de que posso e quero essas raízes, e um canto meu. Só meu…! E de com quem o quiser partilhar. E não deixa de ser curioso o diferente que é esta busca. Os objectivos, os planos, o que vejo na minha cabeça, tudo é diferente do que pretendia há 4 anos.

Mas, para além de tudo isto – e sobretudo, devo dizer -, a esperança é… é em alguém especial, alguém que pode muito bem ser a peça que faltava no meu puzzle de pessoas especiais que felizmente me rodeiam. Alguém que nem se apercebe o quão especial é. Alguém que, inesperada mas progressivamente, ganhou espaço, importância e protagonismo. Na minha vida. No meu coração. Alguém que me faz sorrir, transbordar de tudo de bom. Alguém que guardei cuidadosamente porque nem queria acreditar que era mesmo de verdade. Mas que não consigo guardar mais. Porque quando alguém nos faz tão bem, tem que ser “right for you“.

Portanto sim, esperança. Esperança de que completei um ciclo, e um novo se está a abrir. E sorrio ao ver como se começa a desenrolar e revelar diante dos meus olhos.

Anúncios

Organização

12 Jan

Tempo. Cabeça. Coração.

Nesta nova fase que o fim do ano e o início deste me trouxeram, se há algo que preciso é organização

Organização de tempo, para conseguir ter vida apesar do aumento do tempo de trabalho. Trabalhar – bem-, mas ter tempo para mim, para os meus, para as minhas rotinas – ginásio, leituras, passeios, fotografia… Tudo terá que ser espremido e cuidadosamente encaixado em muito menos tempo que anteriormente. E nessa organização continuo a trabalhar.

Organização da minha cabeça, com tudo o que implica arejar as gavetas e compartimentos fechados, deixar alguns pensamentos apanhar ar e luz, e expulsar fantasmas. E tem sido uma boa organização. Como se de repente uma neblina tivesse levantado e visse tudo com uma nova clareza!

E – tão importante – organizar o meu coração. Tenho estado a pôr tudo no sitio, os meus amores e desamores. E a descobrir que sim, há cicatrizes que ficam mas que fazem parte, e nos tornam melhores. Que há feridas que cicatrizam e curam. E bálsamos que simplesmente lhe fazem muito bem. Chama-se emoção, sentimentos, felicidade. Sim, diria que há um novo espaço habitado no meu coração, um que começou por ser um pequeno anexo e está a crescer – slow and steady. E sabe-me tão bem. É definitivamente um daqueles bálsamos

Os pequenos prazeres da vida

11 Out

Acho que há muito tempo não dava tanto valor às pequenas coisas, aquelas que tomamos por garantidas habitualmente.

Com o meu gato doente, a minha vida na última semana limita-se a trabalho e veterinário – excepção feita ao dito casamento do penteado maravilha. Com isto, quero dizer que o poder chegar a casa a horas decentes, descansar um pouco, cozinhar, fazer as actividades do dia-a-dia, ou algo tão simples como ir correr ou ao ginásio ficaram completamente hipotecadas…

Há uma semana não faço nada disso e faz-me falta. Não tanta como o meu gato, entenda-se, mas faz-me falta para o meu equilíbrio.

Assim, quando finalmente hoje consegui chegar a casa já à hora de jantar, consegui organizar-me para um jantar decente, um banho com tempo, e até – pasme-se! – tempo para creme na pele e no cabelo, e até! Quando disse que eram os pequenos prazeres da vida, estava mesmo a falar a sério!

E agora, depois de tratar de alguns afazeres, posso dizer que me sinto um bocadinho mimada e confortável, com o meu cheiro aconchegante do Shea Body Butter de que tanto gosto, e pronta a ir dormir, para ver se amanhã não adormeço de manhã como aconteceu hoje.

O tempo…!

24 Set

Voa!

Depois de uns dias em família e com amigos, muitos kilómetros, novos sítios e experiências, estou temporariamente de volta.

E o tempo voou! Assusta-me esta capacidade de que o tempo tem de parecer, simultaneamente, que passar a correr e está parado!

E agora, continuando a aproveitar as férias, já sem pena de trocar o nosso clima por outro mais frio, uma vez que por cá a temperatura deu em querer descer, lá estou eu a fazer malas outra vez, para uma semana que promete ser muito boa! Um grupo de amigos, uma casa típica, e Amsterdão à nossa espera… Isto não soa muito, muito bem?

Se estiver silenciosa nos próximos dias, já sabem… estarei a divertir-me ao máximo!

onde ninguém

me (h)ouve

Cafés no Páteo

Os pensamentos, a ema, as viagens, o desporto, a horta e o que mais couber...

30 e picos, 40 e tal

e assim sucessivamente

KNITS FOR LIFE

Lorna and Jill Watt.

Inesperado

Doses semanais de esperança, humor e reflexão para os apaixonados pela vida.

Sol de Dezembro

December Sun

{ Feminina & Compulsiva }

por Karol Oliveira

textsinthedark

4 out of 5 dentists recommend this WordPress.com site

Mei(a)vulsa,

agora com animais, porque eu sou no sense! ;)

The Rooted Traveller

Ghezal's World Adventures & Stories

Highest Form of Whit

Bigger. Bolder. Bloggier.*

The Daily Post

The Art and Craft of Blogging

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.