Tag Archives: o melhor dos meus dias
Imagem

Paz

4 Maio

Paz

Há um ditado que diz que há males que vêm por bem.
E foi por isso que, quando cheguei ao ginásio e a aula que queria estava cheia, em vez de ficar chateada agradeci-me mentalmente ter já os ténis de corrida calçados e os phones no saco, e meti-me no carro outra vez.
Não para casa, mas até à beira-rio.
Sim, uma corrida.

Curioso que sempre achei correr tão pouco interessante. Até ter começado a fazê-lo, há três anos. E foi então que percebi o terapêutico que é, um pé diante do outro, em ritmo com o bater do coração, o esforço dos músculos, a harmonia dos movimentos, o sol, o vento, os cheiros em volta, e todos os problemas que simplesmente, durante aquele período, desaparecem. Tornam-se menos presentes, pelo menos. E ficam a ser trabalhados em background.

Desde então que tenho tentado correr com a frequência possível, e tanto mais quanto mais assuntos tenho para resolver. Ou simplesmente para aproveitar a liberdade que me dá.
Com um sol brilhante e um céu bem azul, a corrida foi uma óptima troca face à dita aula.
Especialmente porque no fim, não resistindo à tentação de um terreno relvado ainda pintado pelo sol, aproveitei para deitar na relva e relaxar.

E foi assim, que ao som da música, com o valor do sol e a brisa suave, esvaziei a cabeça de pensamentos e simplesmente deixei-me aproveitar a vida. As coisas simples, que são as mais importantes. Ser feliz. Sem porquês. Simplesmente ser.

<3

17 Abr

20140417-113410.jpg
Escrevo de coração cheio. Escrevo porque de tão cheio transborda e preciso de dar rumo a esta enchente que derrama.

É gratidão. É contentamento. É felicidade.
É ter alguém à nossa frente que se emociona e chora a confidenciar-me o quanto se sente e sentiu sempre acarinhado e cuidado nesta casa. E eu fazer parte dessa casa e das pessoas que o fazem sentir-se assim.
E sentir que os meus olhos também ficam cheios de emoção contida. E agradecer de coração.

Há dias em que acredito que algures hei-de ter feito algo muito bom para ter uma vida cheia de coisas tão boas que eclipsam as menos boas.

Ternura…

25 Mar

… é ir no carro a caminho do trabalho e num semáforo ver a cena no carro de trás.

Um senhor vem no seu carro, com o seu fato e um grande sorriso porque… tem o seu cãozinho ao colo.

Sim, não pode, sim, a trela, sim, as regras todas e mais as que ainda não foram inventadas. Mas aquele sorriso – de ambos -, a felicidade estampada no focinho do cão por estar ali com ele, o sorriso dele por estar ali com o cão… Não é feito de regras, apenas de sentimentos. As festas, os beijos… – pois, dois vermelhos depois e ele ainda estava atrás de mim na sessão de mimo e brincadeira com o cão. Uma delícia de ver, e pôs-me um grande sorriso nos lábios.

Por fim, quando chegámos ao semáforo a partir do qual se começa a andar mais facilmente, pousou o canino no banco o lado, puxou a gravata para o sitio e sacudiu as calças. Sim, porque o pêlo sacode-se, mas aquela ternura não.

Esperança é…

24 Mar

Uma criança no parque a andar de baloiço.
Uma criança que ainda consegue ser criança, sob o olhar atento da mãe. Que consegue ser criança apesar da máscara que lhe cobre a boca e nariz, marca da quimioterapia que está a fazer.

Esperança é uma criança a ser criança no baloiço do parque.

Arejar

17 Mar

O tempo tem sido mais que escasso… Quase inexistente.

Entre trabalho, algum lazer e a busca pelo meu canto, a maquina fotográfica acumula pó e o portátil nunca passou tanto tempo desligado. O pouco tempo que sobra tem sido para os essenciais.

Mas este fim‑de‑semana tirei tempo para ir passear. Em boa companhia. Mesmo que não seja toda a que queria. Ou toda a que costumava ser.
Soube bem. Paisagens lindas e sol a brilhar. Conversas, risos e fotografias. Rádios locais e mais gargalhadas. Kilometros e saudades e problemas de rede e wifi. E soube tão bem. Não digo que venho de baterias recarregadas, já que começo a semana podre de sono, mas venho de coração cheio, olhos regalados e pele que já matou saudades de sentir sol.

Boa semana!!

20140317-113127.jpg

20140317-113151.jpg

20140317-113221.jpg

20140317-113235.jpg

20140317-113248.jpg

Devaneios

27 Fev
rooting deep, inside of me
skin is wispering. eutony.
we’ll build a castle of small things

we’ll wash away the burning flame
and slowly dance along the game
we’re home, my dear
we’re home – hey here

Imagem

Em tons de rosa

2 Fev
De um céu cor-de-rosa by selenis
De um céu cor-de-rosa, a photo by selenis on Flickr.

Porque a vida também nos traz, se deixarmos, estes mimos.
Um céu cor-de-rosa, momentos cor-de-rosa.
Coração quentinho e olhar em frente.

E estes céus, estes cor-de-rosa, dão-me esperança, fazem-me sorrir

onde ninguém

me (h)ouve

Cafés no Páteo

Os pensamentos, a ema, as viagens, o desporto, a horta e o que mais couber...

30 e picos, 40 e tal

e assim sucessivamente

KNITS FOR LIFE

Lorna and Jill Watt.

Inesperado

Doses semanais de esperança, humor e reflexão para os apaixonados pela vida.

Sol de Dezembro

December Sun

{ Feminina & Compulsiva }

por Karol Oliveira

textsinthedark

4 out of 5 dentists recommend this WordPress.com site

Mei(a)vulsa,

agora com animais, porque eu sou no sense! ;)

The Rooted Traveller

Ghezal's World Adventures & Stories

Highest Form of Whit

Bigger. Bolder. Bloggier.*

The Daily Post

The Art and Craft of Blogging

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.