Tag Archives: fim

Das ex grudentas

11 Fev

Há certas coisas que me custam a entender… Quase diria que me tiram do sério.

E esta – as ex grudentas – começa a ser uma delas. Aquelas que não descolam, não largam, não são capazes de perceber que já era. Acabou. Ponto. final. Parágrafo. Mesmo não tendo troco nenhum.

É para mim um mistério como é que alguém se lembra a posteriori que afinal sempre quer alguém na sua vida. Como é que, mais que isso, não hesitam em recorrer a chantagenzinhas emocionais, em apelar a sentimentos de culpa, e pior ainda, de pena…

Pena, sempre ouvi dizer, têm as galinhas! E eu tenho um mau relacionamento com as ditas desde que em miúda uma galinha da minha avó me ferrou no dedo sem eu estar a fazer nada. Bichos com penas, modo geral, não me apreciam – talvez seja mútuo. E tentar que alguém esteja connosco por pena… – por pena!! – como é que alguém se sujeitaria a isso? Onde está o amor próprio? E pelo outro?

E é nestas alturas que só me ocorre: se gostavam, aproveitassem para o demonstrar quando podiam e deviam. agora… too little, too late. Há que procurar dignidade e amor próprio e seguir em frente! Arranjar uma vida. Um hobby. O raio que a parta, na realidade, desde que percebam o seu lugar.

The End

26 Dez

Desta vez, de vez.

Fim de frase. Parágrafo. Página. Capítulo. Livro.

Encerrar capítulos

5 Out

Ontem, depois de mais um mês de silêncios do CN, tanto em relação a ir buscar o que restava dos meus pertences a casa quanto ao pagamento de uma dívida, resolvi que era hora de lá ir pessoalmente.

Não fazendo ideia de se estaria lá ou não, arrisquei. Depois de tocar 3 vezes à porta, sem resposta, usei a chave que ia devolver. E eis que vejo uma das portas a encostar… Afinal estava em casa com a respectiva, que se escondeu quando entrei.

Depois de finalmente conseguir chegar a contacto, lá veio o CN, recém-acordado. Dou-lhe o crédito de não ter parecido demasiado surpreso com a minha presença. E, quando já estava tudo arrumado, ainda se resolveu a situação da dívida. Bem, lá se resolve a situação sem grandes sobressaltos, e está o capítulo encerrado.

Finalmente!

A sensação de leveza, de sair aquele peso dos ombros, enfim, já só acreditava vendo…! Ainda custa a acreditar, mas já me vou convencendo.

The end (deste capítulo, claro!)

onde ninguém

me (h)ouve

Cafés no Páteo

Os pensamentos, a ema, as viagens, o desporto, a horta e o que mais couber...

30 e picos, 40 e tal

e assim sucessivamente

KNITS FOR LIFE

Lorna and Jill Watt.

Inesperado

Doses semanais de esperança, humor e reflexão para os apaixonados pela vida.

Sol de Dezembro

December Sun

{ Feminina & Compulsiva }

por Karol Oliveira

textsinthedark

4 out of 5 dentists recommend this WordPress.com site

Mei(a)vulsa,

agora com animais, porque eu sou no sense! ;)

The Rooted Traveller

Ghezal's World Adventures & Stories

Highest Form of Whit

Bigger. Bolder. Bloggier.*

The Daily Post

The Art and Craft of Blogging

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.