Tag Archives: amizade

Ternura…

25 Mar

… é ir no carro a caminho do trabalho e num semáforo ver a cena no carro de trás.

Um senhor vem no seu carro, com o seu fato e um grande sorriso porque… tem o seu cãozinho ao colo.

Sim, não pode, sim, a trela, sim, as regras todas e mais as que ainda não foram inventadas. Mas aquele sorriso – de ambos -, a felicidade estampada no focinho do cão por estar ali com ele, o sorriso dele por estar ali com o cão… Não é feito de regras, apenas de sentimentos. As festas, os beijos… – pois, dois vermelhos depois e ele ainda estava atrás de mim na sessão de mimo e brincadeira com o cão. Uma delícia de ver, e pôs-me um grande sorriso nos lábios.

Por fim, quando chegámos ao semáforo a partir do qual se começa a andar mais facilmente, pousou o canino no banco o lado, puxou a gravata para o sitio e sacudiu as calças. Sim, porque o pêlo sacode-se, mas aquela ternura não.

Arejar

17 Mar

O tempo tem sido mais que escasso… Quase inexistente.

Entre trabalho, algum lazer e a busca pelo meu canto, a maquina fotográfica acumula pó e o portátil nunca passou tanto tempo desligado. O pouco tempo que sobra tem sido para os essenciais.

Mas este fim‑de‑semana tirei tempo para ir passear. Em boa companhia. Mesmo que não seja toda a que queria. Ou toda a que costumava ser.
Soube bem. Paisagens lindas e sol a brilhar. Conversas, risos e fotografias. Rádios locais e mais gargalhadas. Kilometros e saudades e problemas de rede e wifi. E soube tão bem. Não digo que venho de baterias recarregadas, já que começo a semana podre de sono, mas venho de coração cheio, olhos regalados e pele que já matou saudades de sentir sol.

Boa semana!!

20140317-113127.jpg

20140317-113151.jpg

20140317-113221.jpg

20140317-113235.jpg

20140317-113248.jpg

Os parabéns que não queres que te dê

27 Fev

Hoje fazes anos.
Fazes anos e pediste-me que não te desse os parabéns. Que seria doloroso ouvires de mim agora que não temos uma relação.

Respeito o teu pedido. Claro.
Mas na minha cabeça dou-te os parabéns aos 37 como tos dei aos 34… 35… 36… Dizendo, de coração, que espero que sejas feliz, que encontres o teu caminho. Que para a próxima seja(s) mais e melhor.

Devaneios

27 Fev
rooting deep, inside of me
skin is wispering. eutony.
we’ll build a castle of small things

we’ll wash away the burning flame
and slowly dance along the game
we’re home, my dear
we’re home – hey here

14 Dez

Quando tudo parece confuso e complicado, por vezes temos boas surpresas.

E é por isso que os meus “grateful for” dos últimos dias têm sido por causa de pessoas. Pessoas que conheci sem esperar, mas que ganharam o seu espaço na minha vida e no meu quotidiano. Pessoas que já conheço há muito, e que continuam lá, a fazer-se presentes de várias formas, a aconchegar-me a alma. Pessoas que, cada uma à sua forma, me fazem um pouco mais feliz. Um pouco mais acompanhada. Que dão um pouco mais de luz aos meus dias.

E não é isso uma razão para, de uma forma ou de outra, e mesmo nestes dias mais confusos e complicados, estar grata e sentir-me privilegiada por ter razões para sorrir, por estas pessoas que me rodeiam?

Confiança

19 Nov

Sim, que dia prolífero!

Não um mas dois posts! Este é mais um apontamento, na realidade. Pelo meio de um dia cheio, em que o tempo mais voa que corre, acabei por ter uma conversa surpreendente.

Não só pelo conteúdo e pela informação, mas pela confiança que a pessoa depositou em mim ao contar-me algo íntimo, que não sabia como ia ser recebido.

É um fenómeno engraçado, este da confiança. Aquele salto de fé, a crença de que o depositário é digno dela. Talvez seja por isso que, de tantas coisas difíceis de consertar, a confiança é das poucas que, uma vez quebrada, por muito que se cole, por muito que se tente, nunca fica íntegra e mostra sempre as marcas desse episódio.

E assim, esse acto de confiar e de amizade tornou-se outro dos pontos altos do meu dia, provavelmente “o” ponto alto.

Porque é preciosa. É sempre preciosa.

Imagem

Adeus

3 Nov

A razão da minha ausência nestes últimos dias… A despedida difícil e dolorosa do meu gato…

Não me pára de surpreender como pode um ser tão pequeno deixar um vazio tão grande!

Até sempre meu amor, vais estar sempre no meu coração e na minha memória

20131103-132744.jpg

onde ninguém

me (h)ouve

Cafés no Páteo

Os pensamentos, a ema, as viagens, o desporto, a horta e o que mais couber...

30 e picos, 40 e tal

e assim sucessivamente

KNITS FOR LIFE

Lorna and Jill Watt.

Inesperado

Doses semanais de esperança, humor e reflexão para os apaixonados pela vida.

Sol de Dezembro

December Sun

{ Feminina & Compulsiva }

por Karol Oliveira

textsinthedark

4 out of 5 dentists recommend this WordPress.com site

Mei(a)vulsa,

agora com animais, porque eu sou no sense! ;)

The Rooted Traveller

Ghezal's World Adventures & Stories

Highest Form of Whit

Bigger. Bolder. Bloggier.*

The Daily Post

The Art and Craft of Blogging

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.